Comércio de Campo Grande espera movimento maior no Dia das Mães com antecipação da 1ª parcela do 13º

Pagamento do benefício foi antecipado e será pago antes do Dia das Mães para a alegria do comércio
| 28/04/2022
- 08:09
comércio dia das mães campo grande
Lojas de Campo Grande já se preparam para o Dia das Mães (Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Nas vésperas do Dia das Mães, a principal data do semestre e segunda melhor do ano para o comércio, os comerciantes de Campo Grande esperam um 'boom' de movimento no mercado com a antecipação do 13º salário dos aposentados, que começou na última segunda-feira (25).

Segundo o presidente da CDL-CG (Câmara dos Dirigentes Logistas da Capital), Adelaido Vila, a expectativa da categoria está positiva e o dinheiro da antecipação vai gerar um reaquecimento na retomada nesse momento de recuperação da pandemia.

O calendário antecipado do 13º salário para os aposentados vai até o dia 6 de maio, dois dias antes do Dia das Mães, o que gerou a expectativa no comércio de MS.

"A antecipação vai fazer circular muito mais dinheiro no nosso mercado, permitindo que as pessoas que estão inadimplentes voltem a adimplência e possam ter condições de créditos para compra nas lojas. Além daqueles que não estão nessa situação, que vão poder ter mais um valor para poder usar na compra do Dia das Mães", explicou Adelaido ao Jornal Midiamax.

Além da compra de presentes, o dirigente também pontua que a expectativa do comércio é favorável para os segmentos de lazer e entretenimento, por conta das comemorações do dia — celebrado em 8 de maio neste ano.

Presentes no comércio

Segundo levantamento do Instituto de da Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul) o Dia das Mães deve movimentar o comércio cerca 60% a mais em relação ao mesmo período do ano passado. A expectativa de gasto médio é de R$ 175 no Estado.

A movimentação deve alavancar a economia local em R$ 341,10 milhões e o gasto médio por família, inclusos comemorações e presentes, fica na faixa dos R$ 340,42. Sendo 67,60% com intenção de presentear a e 67,30% de investir em comemorações.

O Dia das Mães também deve movimentar supermercados com a compra de ingredientes para o preparo de refeições, segundo a economista do IPF-MS, Regiane Dedé de Oliveira.

Segundo comerciantes e vendedores, a maioria das pessoas está esperando receber o salário para fazer as compras de Dia das Mães. Além disso, a Páscoa foi uma “data cara”, em que muitos tiveram gastos altos e, logo depois, veio o feriado e o Carnaval, com mais gastos.

Para o Dia das Mães vai ser necessário esperar o salário entrar na conta para comprar os presentes. 

Presentes mais procurados

Entre os itens que mais devem ser comprados estão 26% em artigos de vestuário, 12% calçados, 19% perfumes ou cosméticos, 12% bolsas ou acessórios e 9,50% em flores ou cesta café e chocolates. Destes, 67% vão comprar seus presentes presencialmente, 14% pela internet e 6% vão comprar a distância de uma loja física.

Veja também

Últimas notícias