Bolsonaro promete Bolsa Família de 'no mínimo' R$ 300, que pode ser pago a 17 milhões de famílias

Governo quer emplacar novidades ainda este ano
| 20/07/2021
- 11:57
Beneficiários do programa foram transferidos temporariamente para a folha de pagamento do auxílio emergencial
Governo estuda ampliação do Bolsa Família - Divulgação

Desde o ano passado, o governo federal estuda um programa para substituir o . No entanto, a ideia perdeu força e começou a discussão sobre uma reformulação do atual programa, que pode ser instituída após o término dos pagamentos do auxílio emergencial. Atualmente, o Bolsa paga um valor médio de R$ 192 e tem hoje um contingente de 14,6 milhões de beneficiários.

Visto como ativo político essencial, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou em entrevista à TV Brasil que o novo Bolsa Família terá um valor de “no mínimo R$ 300”, apesar de não citar fontes ou dar confirmação exata de valores.

A equipe econômica e de articulação política do governo corre contra o tempo para 'emplacar' a reforma do programa, uma vez que a Lei Eleitoral veda a adoção desse tipo de medida em ano de eleições.

“Pretendemos em novembro ter um novo Bolsa Família. O valor será no mínimo de 300 reais. Hoje, a média do Bolsa Família equivale a 192 reais. Vamos passar isso para 300 reais. É um pouco mais de 50% de reajuste”, disse Bolsonaro.

Além disso, o governo federal quer incluir ainda cerca de três milhões de famílias para o novo programa social, alcançando assim um contingente de 17 milhões de beneficiários.

Atualmente, o Bolsa Família é destinado a mais de 14 milhões de pessoas e existe uma fila de pelo menos um milhão de pessoas que se enquadram nos requisitos do programa social, mas que não conseguem adentrar ao mesmo.

Veja também

Quem quiser parcelar débito precisa acompanhar alguns requisitos mínimos, informou Sefaz

Últimas notícias