Cotidiano / Economia

Comerciantes distribuem máscaras em Dourados e questionam toque de recolher

Com a campanha, “#Seja Livre, Responsável: PROTEJA-SE”, acompanhada de distribuição de 10 mil máscaras à população de Dourados,  Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) alerta a população para cuidados, preventivos, mas defende manutenção de lojas abertas na cidade. Junto com as máscaras, serão distribuídos cartazes com todas as normas de biossegurança, plataforma ...

Marcos Morandi Publicado em 08/06/2020, às 12h03

Campanha foi discutida em reunião na sede da entidade.(Foto: Assessoria).
Campanha foi discutida em reunião na sede da entidade.(Foto: Assessoria). - Campanha foi discutida em reunião na sede da entidade.(Foto: Assessoria).

Com a campanha, “#Seja Livre, Responsável: PROTEJA-SE”, acompanhada de distribuição de 10 mil máscaras à população de Dourados,  Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) alerta a população para cuidados, preventivos, mas defende manutenção de lojas abertas na cidade.

Junto com as máscaras, serão distribuídos cartazes com todas as normas de biossegurança, plataforma de denúncias, sugeridas pelo Comitê Municipal de Enfrentamento ao Covid-19 e entrevistas diárias com empresários e consumidores, visando a conscientização e fiscalização para o cumprimento em benefício da sanidade e ordem social.

“Essa foi uma decisão tomada em reunião com diretorias, conselhos e entidades participantes. Ficou evidenciado que a clausura do #ficaemcasa, de forma genérica, pode não ser a única alternativa de combate à expansão do vírus e sobrecarregar a responsabilidade ao setor da gastronomia e lazeres, como vilão em potencial, sobretudo pela rigidez do toque de recolher da administração municipal, parece não estar funcionando”, disse o presidente da ACED, Nilson Santos.

Jornal Midiamax