Cotidiano / Economia

Feira de calçados deve movimentar R$ 14 milhões nos próximos três dias em MS

Última edição movimentou 13,2 mi

Cleber Gellio Publicado em 28/01/2018, às 16h41

None

Última edição movimentou 13,2 mi

Começa neste domingo (28) e segue até terça-feira (30), no Centro de Convenções Albano Franco, a 6ª Feicc-MS (Feira de Calçados, Couros e Acessórios de Mato Grosso do Sul), voltada exclusivamente para lojistas sul-mato-grossenses. Nesta edição o evento, que apresenta os principais lançamentos da coleção de inverno 2018, conta com 60 expositores e mais de 165 marcas diferentes, entre os segmentos calçadista, bolsas e acessórios de couro. 

De acordo o presidente do Sindical/MS (Sindicato das Indústrias de Calçados de Mato Grosso do Sul), João Batista de Camargo Filho, “a expectativas é de que a Feicc movimente cerca de R$ 14 milhões nos três dias do evento. Na edição passada foram R$ 13,2 milhões. Além de 250 lojistas de todo o Estado e mais de 900 pessoas circulando no local durante os três dias da Feira”. 

Segundo Camargo, a industrialização do setor é recente se comparado a outros estados tendo início há cerca de três décadas. A produção é voltada principalmente para o segmento infantil e conta com 22 empresas que geram aproximadamente 1,6 mil empregos diretos. O principal pólo é o município de Três Lagoas () que conta com uma unidade das maiores fabricantes do país. No local também já está sendo instalada uma outra fábrica no mesmo segmento. Feira de calçados deve movimentar R$ 14 milhões nos próximos três dias em MS



Pleito 
Uma das reivindicações do setor, conforme o Sindical/MS , é a isenção de imposto sobre o entrada do mostruário em Mato Grosso do Sul, afinal apenas um pé de cada produto é destinado às exposições. “É uma reivindicação antiga do setor e estamos analisando, não tem porque não retirar o imposto de um produto que não será comercializado”, disse o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck.  

Jornal Midiamax