Cotidiano / Economia

Com nova fábrica, Reinaldo comemora produção de proteína antes importada dos EUA

Reinaldo falou sobre geração de empregos em cadeia e investimentos no setor

Joaquim Padilha Publicado em 08/06/2018, às 13h06 - Atualizado às 13h07

None

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) esteve presente nes sexta-feira (8) na inauguração de uma fábrica de proteína de soja no Núcleo Industrial Indubrasil, em Campo Grande. Para o tucano, a instalação da fábrica é “muito importante para o setor produtivo”.

A nova fábrica pertence à ADM (Archer Daniels Midland Company). A empresa vai começar a operar na unidade com 140 novos funcionários já capacitados, utilizando alta tecnologia na produção de proteína texturizada de soja. 

Azambuja explica que, com o funcionamento da fábrica, Campo Grande terá a maior indústria de proteína de soja da América Latina. “Esse produto inclusive era importado dos Estados Unidos no país, e agora nós produzimos aqui em Campo Grande”.

“Aqui, estamos falando de praticamente um milhão de sacas de sojas industrializadas e transformadas em proteína texturizada. São 70 tipos de proteína texturizada que vão agregar toda a cadeia alimentar”, afirmou.

O governador explicou também que houve um investimento de R$ 3 milhões do governo do Estado na instalação de ramais de gás para fornecimento de energia à indústria, o que seria positivo segundo ele por se tratar de uma energia limpa.

Ao todo, foram investidos 250 milhões de dólares na instalação da fábrica. O governador afirmou que haverá um retorno em cadeia para a economia, com geração de até 1000 empregos indiretos. “Geralmente essa indústria da proteína estava espalhada pelo Brasil, e agora está concentrada aqui”, afirmou.

Reinaldo aproveitou na ocasião para falar dos investimentos do setor industrial em Mato Grosso do Sul durante seu mandato. “Nesses três anos e meio, Mato Grosso do Sul recebeu aí mais de R$ 28 bilhões em investimentos produtivos”, relembrou.

Jornal Midiamax