Cotidiano / Economia

Pedro Chaves pede retomada da obra da fábrica de fertilizantes em Três Lagoas

Petrobras anunciou interesse em vender empreendimento

Celso Bejarano Publicado em 27/01/2017, às 19h22

None
ministro_e_pedro_chaves.jpg

Petrobras anunciou interesse em vender empreendimento

O senador Pedro Chaves (PSC-MS) anunciou nesta sexta-feira (27) ter solicitado o apoio do Ministério da Agricultura para retomar as obras da fábrica de fertilizantes nitrogenados, a conhecida UFN-III, que a Petrobras começou, em 2011, a construir em Três Lagoas, mas parou em outubro de 2014.

Esta obra teve complicações trabalhistas e a direção da estatal, alegando crise financeira, anunciou que o empreendimento, com 85% concluído, seria negociado, isto é, vendido. Isso só não ocorreu porque o Tribunal de Contas da União suspendeu a comercialização dos ativos da empresa com a intenção de analisar o projeto da fábrica.

O senador divulgou seu interesse em pedir o apoio ao Ministério da Agricultura, ontem, quinta-feira (26), em Ponta Porã, na solenidade de lançamento da colheita de soja 2016/2017. O ministro em exercício da Agricultura, Eumar Novacki, participava do evento.

“É muito importante o apoio do governo federal para que possamos destravar o processo e permitir a conclusão da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN-3), que já consumiu R$ 3,2 bilhões em investimentos e está paralisada há mais de 2 anos, com sérios prejuízos para Três Lagoas e região”, disse o senador.

Pedro Chaves acrescentou ainda que: “se a Petrobras quer vendê-la, que sejam resolvidos os entraves, para que as obras terminem e a fábrica entre em funcionamento, gerando empregos e riquezas para o nosso estado. O Ministério da Agricultura precisa ser nosso parceiro nessa luta porque a unidade produzirá fertilizantes em quantidade suficiente para acabar com a dependência do Brasil do mercado externo”.

A assessoria do senador informou que já na terça-feira (24), Chaves havia se reunido, em Brasília, com o presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Raimundo Carreiro, a quem pediu celeridade, por parte do TCU, na análise do processo relativo à fábrica de fertilizantes de Três Lagoas.

Carreiro, ainda segundo a assessoria do senador, disse que, na semana que vem o presidente da Petrobras, Pedro Parente, participa de audiência com o ministro José Múcio, relator do caso no tribunal, para dar sequência às tratativas que envolvem o processo.

Em julho do ano passado, o comando da Petrobras comunicou o governador de MS, Reinaldo Azambuja (PSDB) que a obra seria retomada.

Jornal Midiamax