Cotidiano / Economia

Confira: preços de produtos de festa junina têm variação de 568% na Capital

O leite de coco mostrou a maior variação

Midiamax Publicado em 25/06/2017, às 13h04

None

O leite de coco mostrou a maior variação

Uma pesquisa do Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul) encontrou diferença de até 568,28% no preço de produtos típicos utilizados em festas juninas vendidos nos principais estabelecimentos de Campo Grande. Entre os produtos pesquisados, o leite de coco mostrou a maior variação, e pode custar entre R$ 1,45 e R$ 9,69. 

A lista inclui itens típicos como amendoim, canela, canjica, gengibre, milho para pipoca, paçoca, pé de moleque, carne de sol, polvilho azedo e doce, além de enlatados e condimentos.

Os produtos vendidos a granel, como batata doce e pinhão foram os que apresentaram a maior variação de preços, de acordo com levantamento feito pelo órgão de defesa do consumidor. A pesquisa completa pode ser acessada no site do Procon/MS, no item Pesquisa de Preços ou conferida neste link

Dicas para economizar nas festas juninas

O superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, ressalta que a pesquisa inclui os produtos típicos mais consumidos pelos sul-mato-grossenses. O levantamento de preços dos produtos de festas juninas está sendo realizado pelo Procon Estadual pela primeira vez, considerando a tradição no Estado. O objetivo é facilitar a pesquisa de preços pelo consumidor. Ele sugere que na hora das compras o consumidor verifique se é possível substituir algum item por outro de marca com menor preço.

“Quanto aos produtos alimentícios, é importante verificar a data de validade e as condições das embalagens e de acondicionamento. Latas amassadas, por exemplo, devem ser descartadas. Os produtos industrializados devem exibir nos rótulos a identificação do fabricante, ingredientes, peso, origem e data de validade. A informação sobre o preço deve estar clara e acessível”, acrescenta o superintendente.

Jornal Midiamax