Os valores são considerados excessivos pelos comerciantes.

Os comerciantes de liderados pela (Associação Comercial e Empresarial) estão travando uma luta para conseguir a redução dos valores das tarifas cobradas pelos cartórios.

A Comissão de Revisão das Tarifas Cartorárias criada pela ACED se reuniu com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mocchi, na tarde de ontem para debater o assunto.

O objetivo foi obter informações sobre o andamento dos debates em torno da redução das taxas praticadas pelos cartórios do Estado por determinação do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

 Para a direção da ACED o Mocchi disse que encaminhou à Assembleia um projeto que prevê a modificação das taxas e que é feito um estudo do documento pelos parlamentares. Ele ainda disse que a previsão é de que até o final deste ano, a Assembleia aprovará a nova modalidade de taxas.

 “Nós achamos bastante produtivo conversar a respeito e se até o final do ano houver mudanças, acreditamos que reduzindo os valores vai melhorar para toda a sociedade. O andamento do debate na Assembleia mostra que os agentes públicos entenderam a reivindicação e a mobilização das entidades”, afirma Ínio Roberto Coalho, conselheiro consultivo da ACED e presidente da Comissão.

 A ACED instituiu a Comissão em março deste ano para apoiar o movimento promovido por entidades sul-mato-grossenses que cobram a redução das taxas.

Os valores são considerados excessivos, por isso muita gente está procurando outros Estados para fazer os procedimentos a preços mais acessíveis.