Cotidiano / Economia

Aumento de Temer estraga promoções e gasolina vai a R$ 3,59 em Campo Grande

Aumento chega a R$ 0,60

Midiamax Publicado em 21/07/2017, às 14h48

None

Aumento chega a R$ 0,60

O campo-grandense já está pagando mais caro pelo combustível. Se até hoje de manhã (21) o consumidor podia encontrar a gasolina por R$ 2,96, vai se deparar com o litro custando até R$ 3,59. O etanol também foi reajustado e em alguns estabelecimentos o prelo está beirando os R$ 3. 

Quando abriu nesta manhã, a gasolina comercializada no posto localizado na Avenida Fernando Correa da Costa com a Rua 14 de Julho, era vendida a R$ 3,09, mas horas depois foi reajustada a R$ 3,29. O etanol teve aumento menor, de R$ 0,10; passou de R$ 2,49 a R$ 2,59.

O aumento mais significativo foi verificado em um estabelecimento localizado na avenida Afonso Pena, próximo ao Shopping Campo Grande. A gasolina subiu cerca de R$ 0,60. “Teve cliente que conseguiu abastecer pelo preço antigo”, disse uma funcionária. 

Ainda ontem, o Jornal Midiamax percorreu 19 estabelecimentos à procura do menor preço, e encontrou o litro comercializado a R$ 2,97. Com o reajuste, o consumidor pode ter que desembolsar R$ 0,60 a mais por litro para encher o tanque. 

O aumento de preços responde a elevação de tributos sobre esse produto anunciado nessa quinta-feira (20) pelo presidente Michel Temer (PMDB). Nesta semana, o governo dediciu aumentar o PIS/Cofins incidente sobre combustíveis para garantir o cumprimento da meta fiscal deste ano, que hoje apresenta um déficit de R$ 139 bilhões.  

A nova alíquota abrange gasolina, etanol e diesel. A maior tributação foi realizada na gasolina, cujo preço do litro passou de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro.  

Jornal Midiamax