Cotidiano / Economia

Procura por Certificação Digital cresce quase 30% entre janeiro e maio de 2015

Entre janeiro e maio de 2015, foram emitidos 1,2 milhão de certificados no país

Kemila Pellin Publicado em 13/07/2015, às 18h13

None
1-11.jpg

Entre janeiro e maio de 2015, foram emitidos 1,2 milhão de certificados no país

O número de Certificações Digitais, que consiste numa assinatura virtual com validade jurídica, tem crescido significativamente no Brasil. Só entre janeiro e maio de 2015, foram emitidos 1,2 milhão de certificados no país.

O número é 27% maior se comparado ao mesmo período de 2014 e 34% superior em relação ao acumulado dos meses em 2013. Os dados são da Fenacon Certificação Digital, órgão credenciado como Autoridade Certificadora e apto a credenciar Autoridades de Registro.

O presidente da Fenacon, Mario Berti explica que a procura pelas certificações reflete o interesse dos empresários e dos cidadãos em se identificar no meio virtual de forma segura e confiável. “O Certificado Digital é a identidade da pessoa jurídica ou física no meio digital. Estar adequado a estes avanços tecnológicos facilita o acesso a diversos serviços, insere a empresa no universo do e-Social e reduz custos com deslocamentos e documentos físicos”, avalia Berti.

Ele ainda destaca que nos últimos anos diversas mudanças na legislação fiscal também impulsionaram a busca pela Certificação Digital tanto por pessoas jurídicas como pessoas físicas. “Alguns exemplos são a emissão da NFS-e e da NF-e, a instituição do e-Social, a cultura de desmaterialização de documentos e assinaturas e a entrega das declarações tributárias para os órgãos públicos”, conclui.

Como obter um Certificado Digital

1° passo: Solicitação do certificado

É necessário escolher uma Autoridade Certificadora Habilitada, como a Fenacon Certificação Digital (www.fenaconcd.com.br), para preencher a solicitação. Além disso, deve-se optar por um dos dois tipos de certificação: A1, que sempre possui validade de um ano e fica armazenada direto no computador; e A3, que pode ter validade de um a três anos e requer um hardware específico para ser armazenada.

2º passo: Validação presencial

Conforme as regras do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, órgão federal que regulamenta a Certificação Digital no Brasil, para emitir um Certificado Digital é preciso comparecer à validação presencial, em um dos postos de atendimentos espalhados pelo país, com a documentação requisitada para a conferência dos dados. A lista de documentos pode ser acessada por meio do site www.fenaconcd.com.br/validacao.

3º passo: Emissão do certificado

Com o processo de validação finalizado com sucesso, é possível emitir o certificado no mesmo momento, ainda no posto de atendimento. O agente de validação fará todo o procedimento necessário.

Jornal Midiamax