Cotidiano / Economia

MS tem pior saldo de empregos para agosto da história

MS teve redução de quase 1,5 mil postos de trabalho 

Midiamax Publicado em 25/09/2015, às 20h57

None
grafico_caged.jpg

MS teve redução de quase 1,5 mil postos de trabalho 

Em agosto deste ano houve diminuição de quase 1,5 mil postos de trabalho em Mato Grosso do Sul, desempenho nunca antes visto, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (25) pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Apenas no mês analisado foram admitidos 20.287 e demitidos 21.774, uma variação de 0,29%. No acumulado de janeiro a agosto o saldo ajustado do emprego no Estado é de -126, sendo que em mesmo período de 2014 era de 12.666 contratações. 

No acumulado do ano, o município com mais demissões foi Campo Grande (-2.119). Na sequência, Três Lagoas registrou 1.255 postos de trabalho a menos, Naviraí (-946) e Paranaíba (-501). Os munícipios que mais empregaram em mesmo período foram: São Gabriel do Oeste (+694), Chapadão do Sul (+608), Costa Rica (+432) e Maracaju (+420). 

Brasil

No país, o movimento não foi diferente. Houve uma redução de 86.543 postos de trabalho, equivalente à variação negativa de 0,21% em relação ao estoque do mês anterior. No acumulado do ano, a queda registrada no emprego atingiu 572,8 mil postos de trabalho ou 1,39% a menos. Nos últimos doze meses ocorreu a redução de 985.669 empregos ou -2,37%.

Dentre os oito setores, dois elevaram o nível de emprego formal, após quatro meses de queda ininterrupta. Os Serviços registraram aumento de 4.965 postos de trabalho (+0,03%) e a Administração Pública apresentou um incremento de 730 postos (+0,08%), desempenho mais favorável que o verificado em agosto de 2014 (+658 postos ou +0,07%). A Agricultura , por motivos sazonais, registrou recuo no nível de emprego da ordem de 4.448 postos, porém este foi o menor declínio desde agosto de 2005. 

Jornal Midiamax