Cotidiano / Economia

Inadimplência: montante de dívidas cresce 68% na Capital

Número de pessoas inadimplentes também aumentou

Midiamax Publicado em 08/04/2015, às 21h46

None
0080.jpg

Número de pessoas inadimplentes também aumentou

Aumentou em 68% o montante das dívidas acumuladas pelos consumidores de Campo Grande. Conforme dados da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), recente levantamento mostra que até março de 2014 o total de débitos era de R$ 65.957.413,29 e os números atuais são de R$ $ 111.359.440,34. Além das dívidas, a quantidade de pessoas inadimplentes na Capital também cresceu. Em março do ano passado eram 92.563 títulos negativos, agora são 283.822, uma diferença de 191.259.

O salto expressivo, de acordo com o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro deve-se ao fato de as empresas do varejo terem negativado muitas pessoas.

“Desde a metade de 2014 as empresas começaram a negativar mais, é importante frisar isto”, lembrou.

Mas com tanta gente inadimplente, qual é a saída para o consumidor se livrar das contas. Segundo Polidoro a ACICG lançara a Semana de Conciliação, que pretende colocar consumidor e credor frente a frente no intuito de resolver as contas. Porém, quem quer sair do vermelho por meio da iniciativa deverá esperar meados de junho.

“Fazemos sempre a Semana da Conciliação e percebe-se bastante movimento no negócio. Além disso, sempre orientamos o consumidor para ajudá-lo a controlar as finanças”, disse.

Neste ano, ainda de acordo com informações da ACICG publicadas com base no banco de dados do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito),houve queda no número de inadimplentes e de dívidas comparando os meses de fevereiro e março. Até 28 de fevereiro, havia 125.560 consumidores negativados, que somavam R$ 108.196.859,13 em pagamentos atrasados. Até então, eram 291.255 débitos, sendo uma média de R$ 371,48 por registro.

Jornal Midiamax