De muçarela a doce de leite, a equipe da Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo), da Polícia Civil, apreendeu 1,6 toneladas de produtos falsificados e sem importação, avaliado em aproximadamente R$ 55 mil, na distribuidora de alimentos em Ponta Porã, a 315 quilômetros de Campo Grande, nesta quarta-feira (21).

O dono do estabelecimento foi preso em flagrante. A polícia recebeu denúncia de que a distribuidora vendia muçarela argentina. Contudo, ao chegar no local encontrou muçarela com embalagem de uma antiga empresa que não fornece mais o alimento, ou seja, falsificada. 

Entre os produtos apreendidos estão 382,4 quilos da muçarela, 127,6 quilos de queijo caipira e 26,9 quilos de charque brasileiro. Outros 229 quilos de charque e 296,2 quilos de carne, todos do Paraguai, sem importação, foram apreendidos. 

A polícia também apreendeu outros produtos como salsicha, calabresa, bacon, queijo provolone, apresuntado, mortadela, mel, tripa, ovos e doce de leite, totalizando mais de 1,6 tonelada.

Um caminhão da Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) está a caminho de para carregar os alimentos apreendidos.