A compra de um terreno, normalmente, representa um passo em direção a tão sonhada casa própria. No entanto, o que era para ser um sonho tornou-se pesadelo para mais de 1.500 famílias. Elas esperam pelo dia em que poderão começar a construir na área que adquiriram há 4 anos da Emais Urbanismo, empresa de empreendimentos imobiliários com loteamentos no bairro Bela Laguna, na região sudoeste de Campo Grande.

Os lotes do Eparque – loteamento aberto – começaram a ser vendidos em 2020. A promessa, segundo compradores, era de que as construções pudessem começar em até dois anos, prazo máximo para que as obras de infraestrutura no loteamento fossem concluídas. Quatro anos depois, famílias que adquiriram os terrenos ainda esperam pela liberação para começar a construir no local.

“Estamos há quatro anos esperando. São dois anos de atraso. Minha família e a de muitos outros compradores estão pagando financiamento do terreno e o aluguel porque a Emais não terminou as obras no loteamento. Isso é um absurdo. Não fizeram esgoto, não colocaram energia, não fizeram o básico prometido. Não aguentamos mais essa situação”, lamenta o marceneiro Maicon Vinicius Lopes da Silva.

Conforme informações apuradas pela equipe de reportagem do Jornal Midiamax, os terrenos ainda estão à venda em Campo Grande em dois loteamentos: Eparque e Bela Laguna.

Sem garantias, empresa promete entrega até junho

O setor de vendas, que funciona em Campo Grande, confirma que o loteamento ainda não está pronto e admite que houve problemas durante a finalização das obras de infraestrutura por divergências com a antiga construtora contratada pela Emais Urbanismo, no entanto, afirma que as obras serão concluídas em breve.

Segundo o vendedor, os compradores poderão iniciar as construções ainda neste primeiro semestre de 2024. Apesar da promessa de liberação da área, não há nenhuma especificação de prazo em contrato. “A garantia é ver que estamos trabalhando na obra”, pontua.

Questionado sobre o motivo de não haver especificação de prazo no contrato de compra, o vendedor justifica que não especificam porque podem ocorrer atrasos por eventualidades climáticas.

Sede da empresa não confirma data para liberação

Diferente do que informa o setor de vendas em Campo Grande, por telefone a sede da Emais Urbanismo, em São Paulo, informa que não há data exata para entrega, porém equipes de engenharia estão acompanhando as obras e trabalhando para entregar o empreendimento o mais rápido possível.

Posicionamento da empresa também foi cobrado por meio de nota, mas até o fechamento deste texto, não houve retorno. O espaço segue aberto para manifestações.

Além de Mato Grosso do Sul, a empresa possui empreendimentos em Goiás, Minas Gerais e São Paulo. No site, a empresa afirma ter mais de 70 mil terrenos comercializados em mais de 70 cidades, considerando os quatro estados de atuação.

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok.