é o 7º entre os estados do país com o maior número de inadimplentes. São mais de um milhão de pessoas com dívidas que somam R$ 3,5 milhões no Estado. Na prática, significa que 47,62% da população está endividada.

O valor médio da dívida em Mato Grosso do Sul é de R$ 4.938,66 por pessoa. Assim como a média nacional, o segmento de e Cartões (33,20%) é a maior causa de inadimplência no Estado. Na sequência vem o Varejo, com 15,06% e as Utilities/Contas Básicas, (água, luz e gás), com 10,66%.

Em todo o Brasil, a inadimplência é recorde. Pela primeira vez, 70 milhões de pessoas estão inadimplentes, conforme dados da .

Renegociações podem ser feitas

Para tentar reduzir os números de inadimplência, a Serasa realiza um Feirão Limpa Nome. Em Mato Grosso do Sul são 1.395 milhão de ofertas disponíveis na ação que conta com a participação de 425 empresas dispostas a oferecer uma série de facilidades para quem está disposto a pagar seus débitos e recomeçar uma nova etapa.

O pagamento da dívida via Pix garante a baixa da negativação instantânea (nome limpo na hora). Segundo Aline Maciel, Gerente do Serasa Limpa Nome, esse se mostrou um grande atrativo para os consumidores que antes tinham de aguardar até cinco dias úteis para limparem o nome após o pagamento.

Também é possível realizar a consulta e a negociação das dívidas presencialmente nas mais de 11 mil agências dos Correios distribuídas pelo país que oferecem as mesmas condições mediante o pagamento de uma taxa de R$ 3,60.

É possível fazer a renegociação via WhatsApp. Mais informações no www.serasa.com.br, ligação gratuita 0800 591 1222 e WhatsApp 11 99575–2096.