O Ministério da e Pecuária apreendeu 6.031 garrafas de azeite de oliva falsificado e 28 toneladas de feijão com elevado teor de impurezas e pedras durante ação de em fábricas e comércios localizados em , informou a pasta em nota. Na ação, realizada entre 20 e 24 de novembro, também foram inutilizados 16.380 litros de azeite importado por haver constatação da adulteração.

Na fiscalização do feijão, além do elevado teor de impurezas, incluindo pedras, foi encontrada na mistura.

“É importante ressaltar que a presença não declarada de soja, um alergênico, em produtos como feijão pode representar riscos à saúde e, por isso, a rápida intervenção se fez necessária”, disse na nota o chefe do Serviço Regional de Operações Avançadas de Fiscalização e Combate a Fraudes, Kleber Basso.

“A embaladora responsável foi fiscalizada e o estabelecimento foi intimado e deve se adequar junto aos requisitos das Boas Práticas de Fabricação. Os produtos serão submetidos a análises e as marcas envolvidas serão divulgadas após laudo definitivo”, disse o Ministério da Agricultura.

Saiba Mais