A disponibilidade de carne bovina por pessoa por ano deve chegar a 24,8 quilos em 2022, segundo projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Essa é a menor quantidade de consumo per capita desde o início da série histórica, em 1996. Em contrapartida, as exportações do produto devem bater novo recorde.

Conforme os dados do quadro de suprimentos de carnes divulgado na segunda-feira (1º), a Conab informou que “a produção de carne bovina tende a manter o comportamento de redução na oferta, uma vez que a demanda no mercado interno está desaquecida. Ainda assim, devem ser produzidas 8,1 milhões de toneladas de carnes com expectativa para que a disponibilidade per capita fique em torno de 25 quilos por habitante/ano”.

A quantidade per capita era de 38,7 kg em 1996, dez anos depois chegou a 42,8 kg em 2006 e então começou a cair. Em 2009 chegou a 30,6 kg e nos anos seguintes baixou dos 30 kg, chegando ao menor patamar em 26 anos.

Acompanhando a tendência, a disponibilidade no mercado interno também está no menor patamar desde 1996. Para 2022 a previsão é 5.332 mil toneladas, enquanto que para 2021 era de 5.921 mil toneladas.

Enquanto isso, a Conab estima que a exportação de carne bovina chegue a 2.844 mil toneladas em 2022, sendo a maior quantidade desde o início da série histórica.