Cotidiano / Consumidor

Tarifa social dá descontos de até 65% na conta de energia para consumidores

Pouca gente sabe, mas famílias do Cadastro Único do Governo Federal podem receber descontos de até 65% na conta de energia. De acordo com levantamento do Concen, 24.200 campo-grandenses se encaixam nos critérios e poderiam participar da tarifa social e receber o desconto.

Mylena Rocha Publicado em 05/06/2018, às 10h44

(Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax)
(Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax) - (Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax)

Pouca gente sabe, mas famílias do Cadastro Único do Governo Federal podem receber descontos de até 65% na conta de energia. De acordo com levantamento do Concen (Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica da Área de Concessão da Energisa-MS), 24.200 campo-grandenses se encaixam nos critérios para poderiam participar da tarifa social e receber o desconto.

A informação é da presidente do Concen, Rosimeire Cecília da Costa, que esteve presente na Agir (Ação de Gestão da Inadimplência para Regularização) nesta terça-feira (5). Segundo a presidente, mais de 85 mil pessoas podem receber o benefício em Mato Grosso do Sul e muita gente ainda não sabe. “Os descontos podem chegar a 65%, numa conta de R$ 180, uma família pode pagar entre R$ 65 e R$ 80, isto é uma economia muito grande”, afirma Rosimeire.

Para participar da tarifa social, as famílias devem integrar o Cadastro Único do Governo Federal. Até a sexta-feira (8), a ação prestará atendimento na Praça do Rádio de Campo Grande. Os consumidores podem procurar a Energisa no evento e solicitar a participação no benefício. “Com este desconto, a família pode investir em outras coisas. Além disso, possibilita que as famílias consigam pagar as contas, evitando os furtos energia, que é crime e também oferece perigo”, diz a presidente do Concen.

A aposentada Ivandete de Menezes, de 51 anos, já participa da tarifa social e afirma que o benefício é importante para o bem-estar da família. “Com este valor eu consigo comprar uma carne, é um dinheiro bom, posso reverter para benefício da família”, afirma.

Durante a Agir, a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) possui uma assistente para orientação sobre como participar de cadastro de programas sociais. Ivandete procurou o serviço para tentar participação no programa Bolsa Família, do Governo Federal.

O evento acontece até a sexta-feira (8), das 8h às 18h na Praça do Rádio, no centro de Campo Grande.

Jornal Midiamax