Desta vez foram encontrados 85 produtos impróprios

​Fiscalização realizada pelo Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), nesta terça-feira (27), retirou das prateleiras 78 produtos que seriam vendidos já fora do prazo de validade, em um de . O estabelecimento pode ser multado em R$ 50 mil por essa infração.

Dentre os produtos apreendidos pelos fiscais, dois chamaram a atenção por serem amplamente consumidos pelos campo-grandenses, café e farofa. Mas não ficou apenas por aí. Também foram retirados de circulação rosquinhas, suco de frutos e até refrigerante.Por produtos vencidos, Procon multa 5° mercado em menos de um mês

Os fiscais também descartaram amendoim, feijão e cerveja, considerados impróprios para o consumo. O saldo da operação do órgão de Defesa do Consumidor foi de 85 produtos apreendidos.

As ações, de cunho permanente, conforme o Procon, buscam proteger o consumidor de irregularidades que possam ser cometidas por estabelecimentos comerciais no estado.

Outros casos

Ao menos outros quatro mercados foram alvo de fiscalização do órgão de Defesa do Consumidor nas últimas semanas. Ainda na última segunda-feira (26), fiscais autuaram um supermercado da Capital depois de constatarem divergência de preços e conduta caracterizada como propaganda enganosa por parte do estabelecimento. 

Na quarta-feira (21), em outro supermercado no bairro São Conrado, os fiscais encontraram mais de 100 produtos irregulares. Alguns com prazo de validade expirado, inapropriados para o consumo, sem informações para o consumidor, fatiados e em peça sem qualquer especificação (como por exemplo, mortadela e muçarela), entre outras infrações.

A multa para todos esses casos pode chegar a R$ 50 mil. 

Denúncias – como o atua e fiscaliza empresas que desrespeitam o código do consumidor com base em denúncias feitas pelos clientes, há um canal de comunicação exclusivo para contato entre os agentes e os consumidores. Denúncias como esta podem ser feitas diretamente pelo telefone 151 ou pelo “Fale Conosco” no site do órgão.