A tarde desta quinta-feira (4) foi de susto para dois trabalhadores de que ficaram ilhados dentro do carro quebrado, no bairro Estrela do Sul. Eles foram resgatados do veículo por policiais militares que passaram pelo local e viram a situação.

Ao Jornal Midiamax, Rosalino Centurion, 46, e Sandro Ernei, 61, contaram que estavam indo para a feira trabalhar, quando a caminhonete em que estavam quebrou. Eles desceram na rua Veridiana, próximo a um córrego, para tentar arrumar o carro.

Mas pouco depois começou a chover forte e em poucos minutos o nível do córrego subiu, transbordou e chegou até o asfalto. A água continuou subindo e os dois trabalhadores começaram a se desesperar.

“Ficamos muito assustados com a situação, gritar por socorro, porque a gente não conseguia descer do carro”, conta Rosalino depois do susto. Em meio à chuva, Sandro tentou descer da caminhonete, mas quase foi arrastado pela correnteza e teve o sapato levado.

Trabalhadores após o susto (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax)

Chegada da PM ao local

Em meio ao desespero, uma viatura da passou pelo local e se deparou com a situação. Para tentar ajudar os homens, os militares encostaram a viatura ao lado da caminhonete e pegaram uma corda.

Com ajuda da corda os homens conseguiram sair do carro e subir em cima da viatura, sendo levados para uma área segura. O cabo comandante Romero e o soldado Guedes iam para outra ocorrência quando pararam para ajudar.

O chegou a passar mal com a situação e o Corpo de esteve no local.

De acordo com Natálio Abrão da estação meteorológica da Uniderp, a chuva que durou cerca de uma hora acumulou 65 mm em Campo Grande. Já as rajadas de vento chegaram a 84 km/h, com maior incidência na região norte da cidade, em bairros como Nova Lima, Danúbio Azul e Parque dos Poderes.

Priscilla Peres, Jornal Midiamax