Mato alto, invadindo a calçada e abrigando animais peçonhentos. Essa é a situação de um terreno abandonado na Rua Arlindo Lima, bairro Universitário, que vem causando transtornos para moradores da região.

Moradora do bairro há mais de um ano, Meire Souza pede por uma limpeza no terreno, que fica em frente à sua casa. Sua maior preocupação é com a segurança de seus filhos, de três e 13 anos.

“Na minha casa já matei três escorpiões, inclusive o último matei dentro do quarto dos meus filhos. Tenho dois filhos com doenças raras e fico com muito medo de que eles sejam picados ou peguem dengue porque ali deve ter muitos focos do mosquito”, explica.

Segundo Meire, além de esconderijo de animais peçonhentos, o local também abriga usuários de drogas, deixando a região mais perigosa.

“Aqui fica muito escuro à noite, e aumentou a circulação de moradores de rua. A gente fica com receio, eu não fico à noite na rua, é perigoso. Até minha lixeira foi roubada esses tempos”, comenta.

O mato invadindo o espaço da calçada também é um problema, principalmente por se tratar de um trajeto que crianças fazem para ir à escola. “As mães vão passar aqui para levarem os filhos na escola e não tem onde passar porque não tem calçada”.

Calçada foi invadida por mato alto. (Henrique Arakaki, Midiamax)

O Jornal Midiamax entrou em contato com a Prefeitura sobre a situação do terreno, mas não obteve resposta. O canal segue aberto para manifestações.

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok