A campanha de vacinação contra a dengue já atingiu 79 mil douradenses com a primeira dose. Entretanto, está baixo do esperado uma vez que a meta é imunizar 150 mil pessoas com idade entre 4 e 59 anos e por isso foi mais uma vez ampliada.

Representantes da Sems (Secretaria Municipal de Saúde) e do Laboratório Takeda Pharma, parceiros na ação, decidiram seguir com a vacinação da primeira dose até o dia 31 de julho.

A extensão deste prazo, que terminaria neste domingo (19), foi possível graças a garantia, por parte empresa japonesa, de novos lotes de vacina, com validade maior do que as que já foram entregues.

Até agora, o laboratório japonês enviou ao município cerca de 210 mil doses em dois lotes com validades diversas que expiram no fim de agosto. Agora, com essa oferta, a segunda dose, necessária três meses após a primeira, poderá ser aplicada até o dia 31 de outubro.

Segundo Nota Informativa do Departamento de Vigilância em Saúde e do Núcleo de Imunização, “em momento algum foram desprezadas doses do imunizante em Dourados por prazo de validade vencido”.

Para otimizar a distribuição, o fornecimento das vacinas é realizado por etapas, e são considerados a logística do laboratório, recebimento e armazenamento dos imunobiológicos e a administração da vacina na população.

Paralelamente a isso, segue a vacinação da segunda dose para quem recebeu a primeira em janeiro e até 20 de fevereiro.

Dos 79 mil douradenses que começaram a imunização, quase 11 mil já completaram o ciclo. As vacinas estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde e na Sala de Vacinação do PAM.