Projeto entre a UFMS ( Federal de Mato Grosso do Sul) da Universidade de Harvard dos promove atividades gratuitas de desenho e a crianças de 4 a 5 anos.

A parceira realiza neste primeiro semestre de 2024 o projeto de pesquisa Primeiros tons – Práticas comunais artísticas para crianças de 4 e 5 anos. Serãooferecidas atividades de desenho e música gratuitas a crianças de toda a comunidade, com aulas às quintas-feiras, às 17h30, na Cidade Universitária.

As inscrições estarão abertas entre 5 e 9 de fevereiro, das 16h às 19h, no mesmo local onde serão realizadas as atividades: no bloco 22, no curso de Música. Os responsáveis devem levar documentos de identificação próprios e da criança e, no local, deverão preencher um formulário.

Ao todo serão 10 encontros, com realização prevista de março a maio. A musicalização infantil, na qual as crianças terão atividades de canto coletivo e utilizando instrumentos musicais, será conduzida pela professora e coordenadora do projeto Mariana Stocchero, com o apoio de um bolsista. Já as oficinas de desenho, nas quais as crianças irão manipular diversos materiais artísticos, serão ministradas por uma bolsista de Artes Visuais.

A seleção para as 30 vagas será por ordem de chegada, mas haverá lista de espera. A designação para as aulas de desenho ou de música será feita aleatoriamente após a inscrição.

Segundo a professora, é uma oportunidade única para as crianças vivenciarem diversas formas de expressões artísticas com uma abordagem lúdica e investigadora. “Elas serão conduzidas por atividades que promovem tanto seu crescimento artístico quanto seu bem estar, desfrutando de momentos prazerosos junto ao grupo”, informou.

Projeto

O objetivo do estudo é desenvolver uma ferramenta de avaliação do sentimento de pertencimento em crianças pequenas, por meio dos mecanismos psicológicos presentes no fazer musical coletivo. As crianças serão divididas em dois grupos: enquanto um atuará ativamente com a música, o segundo grupo terá acesso às mesmas canções, porém de forma passiva, enquanto desenvolvem as atividades de desenho.

Conforme a coordenadora, estudar sobre aspectos da saúde mental de crianças pequenas por meio da música contribui para avançar nas discussões teóricas da área, mas também na legitimação sempre necessária da arte enquanto direito na vida das crianças. “O fazer musical contribui para o desenvolvimento global da criança na medida em que estimula aspectos cognitivos, sociais e psicológicos. Compreender o sentimento de pertencimento é importante para promover atividades que contribuam com o desenvolvimento psicológico saudável das crianças”, apontou.

A parceria com a Universidade de Harvard surgiu com o pós-doutorado de William Teixeira da UFMS em 2022/2023. Na ocasião, o docente conheceu o professor Mayron Pereira Piccolo Ribeiro, que também é brasileiro e atua em Harvard na área de Psicologia. Além da coordenadora Mariana e dos professores William e Mayron, integram também o estudo docentes do polo da Universidade Federal do ABC, coordenado pela professora Patrícia Vanzella, e da Universidade Estadual de Ponta Grossa, coordenado pela professora Suelen Galdino. (Informações da UFMS)