Interessados em adotar e adolescentes poderão usar o programa de busca ativa “Nasce uma Família”. A ferramenta tem objetivo de fortalecer o sistema de adoção em Mato Grosso do Sul.

O programa do Poder Judiciário usa o sistema informatizado “Aproximando Vidas” para estimular, coordenar e facilitar a busca ativa de famílias interessadas na adoção. MS possui oito vezes mais pretendentes habilitados do que crianças cadastradas no SNA (Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento).

Contudo, os habilitados possuem preferências que incluem bebês e crianças de até sete anos. Assim, maior parte das crianças cadastradas ficam sem uma família. Isso porque elas possuem oito anos ou mais. Além disso, existem adolescentes e crianças com comorbidades.

O (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), por meio da Coordenadoria da Infância e da , disponibiliza um registro detalhado das crianças a adolescentes que aguardam uma adoção.

Interessados podem acessar o site aproximandovidas.tjms.jus.br/, mesmo que não estejam habilitados para adoção. O TJMS destaca que a iniciativa permite que o público manifeste interesse em se aproximar dessas crianças e adolescentes, para iniciar um processo de adoção.

Então, a partir desse interesse, os pretendentes passarão pelo processo regular de habilitação e preparação para entrar com o pedido de adoção.

Por fim, o Tribunal pontua que a busca ativa na adoção segue regras estabelecidas pela Portaria CNJ nº 114/2022. O material é divulgado a partir da expressa vontade das crianças e adolescentes e com autorização do juiz responsável pelo caso.

Além disso, apenas os prenomes dos meninos e meninas são informados, e as imagens são acompanhadas de marca d'água com o nome ou CPF de quem as acessou, para garantir a segurança dos participantes.

Ficou com dúvidas? A Coordenadoria da Infância e Juventude pode ser acionada pelos telefones: 67 3317-8604 ou 3317-8685.