“Toda vez que chove, o sentimento é de abandono”. Quem afirma é Jervison Costa, 42, proprietário de uma loja de utilidades na Rua Cachoeira do Campo, no bairro Caiobá. Isso porque a falta de escoamento da via causa alagamentos, leva barro e dificulta a vida de comerciantes e de toda a população local.

A reportagem do Jornal Midiamax se dirigiu até o bairro na tarde desta quinta-feira (11) e se deparou com esta situação, além de trabalhadores do comércio que retiravam o barro de suas calçadas e até mesmo água de dentro dos estabelecimentos.

“Hoje a água chegou a entrar no estabelecimento e vamos ver depois o tamanho do prejuízo, pois foi tudo muito rápido”, contou Jervison. “Faz 8 anos que estou aqui e é sempre a mesma coisa”.

Para o açougueiro Manoel Messias, de 62 anos, já passou da hora da administração municipal realizar benfeitorias no local. “Cadê a prefeitura? É lamentável, deveriam fazer um sistema de esgoto decente, limpar a boca de lobo e fazer uma tubulação para nosso bairro”, afirmou.

A opinião é compartilhada por Sergio Lopes, proprietário de um pet shop. “ A verdade é que estamos acostumados, como tenho esse pet shop há 9 anos e sempre alaga, vou te falar que nem esquento mais”, disse. “Mas a Prefeitura tem que olhar pra gente aqui do Caiobá”, lembra.

Para a vendedora Ana , 31, o perigo é também para as crianças do bairro. “Quando chove, vem uma água podre e fedida, as crianças brincam nas ruas alagadas e isso é o maior perigo”, disse a vendedora. “O bairro está um completo abandono”, destacou ela.

Confira vídeo gravado nesta quinta-feira (11):

Fale com o Midiamax

Tem alguma , , reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok