Com decreto de situação de emergência ambiental e eminente seca história, Mato Grosso do Sul tem 25 municípios que não registram nenhum pingo de chuva na 1ª quinzena de maio, segundo monitoramento do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e Clima de MS).

O órgão comparou chuva acumulada dos primeiros 15 dias com as médias históricas mensais e das 46 cidades analisadas, 100% está com chuvas abaixo da média histórica. O Cemtec ressalta que a média histórica é baseada no mês todo.

Alguns municípios da região sul e sudoeste registraram acumulado de chuvas de até 24 mm, como Aral Moreira, que registrou 23,2 mm, representando 83% abaixo da média histórica. Além disso, 25 cidades ainda não registraram chuva neste mês.

Confira:

chuvas
(Fonte: Cemtec-MS)

Situação de emergência ambiental

O Governador Eduardo Riedel declarou estado de emergência ambiental em Mato Grosso do Sul, pelo prazo de 180 dias, devido às condições climáticas que favorecem a propagação de focos de incêndios florestais sem controle sobre qualquer tipo de vegetação acarretando queda drástica na qualidade do ar.