A passeata de membros do MPL (Movimento Popular de Luta) por ruas de Campo Grande chamou a atenção das pessoas na manhã desta terça-feira (16), após alguns utilizarem foices e facões na caminhada.

Um leitor registrou o momento e questionou: “Pessoal com facão na mão, foice, enxada?”, durante a caminhada pela Rua Rui Barbosa, no Centro.

Segundo o líder do MPL, Jonas Carlos da Conceição, a prática de usar as ferramentas em mobilizações simboliza o trabalho e força da roça.

“Estamos cumprindo uma agenda da jornada nacional do MPL. Então, essa marcha em Campo Grande e outros estados vem justamente contribuindo nessa jornada e reivindicando assentamento das famílias. Hoje, quem fez a marcha foram as famílias acampadas, que reivindicam do governo a reestruturação do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), que abre concurso que iria ter recurso para aquisição de novas áreas e que o Incra retome novos assentamentos”.

O movimento encerrou a caminhada em frente à sede do Incra. “Faz 12 anos que não assenta nenhuma família. Então, essa é um pouco da pauta que o MPL vem reivindicando hoje, que é o Movimento Popular de Luta”.

Confira o vídeo: