Mato Grosso do Sul iniciou 2024 com sete mortes e 60 internações causadas pela SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). As informações são do boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde). 

Mais da metade das internações foi de moradores de nos últimos sete dias, com 31 registros. Três das sete mortes foram de residentes da Capital. 

As outras quatro vítimas fatais eram moradoras de Aquidauana, Paranaíba, e São Gabriel do Oeste. 

As faixas etárias de 1 a 9 anos de e 80 anos ou mais lideram o ranking estadual de internações, com 10 hospitalizações em cada grupo. Contudo, os idosos concentram 42,9% das mortes, com três vítimas fatais. Todos os óbitos foram de homens.

Entre os 10 casos em que foi possível identificar o agente etiológico, nove eram da SARS-CoV-2, responsável pela , enquanto um era da Parainfluenza 3. 

Vacinação

A vacinação contra a Covid-19 segue disponível na rede pública de saúde. Em Campo Grande, mais de 70 unidades realizam a imunização. Clique aqui e confira a lista de locais.