Quase de forma poética, uma onça-pintada escolheu o próprio nome ao ser flagrada pela primeira vez pelo monitoramento de câmeras trap da Serra do Amolar, de , cidade a 425 quilômetros de . Agora chamado de Mandioré, o felino macho foi visto “passeando” pela região.

O foi compartilhado pelo IHP (Instituto Homem Pantaneiro), responsável pelo monitoramento da rede na Serra do Amolar, nesta segunda-feira (12). Nas imagens, o felino explora tranquilamente o território, quando para em frente a placa “Mandioré”.

“Parece que ela decidiu escolher seu próprio nome, e nós estamos mais do que felizes em honrar essa escolha. As digitais de uma onça-pintada são suas rosetas, elas são únicas e ajudam os pesquisadores a identificar cada indivíduo”, descreve o instituto.

Mandioré é o nome da lagoa que tem bacia na região. “Este registro reforça a importância do nosso trabalho de monitoramento contínuo das onças-pintadas, utilizando tecnologia com armadilha fotográfica para aprender mais sobre esses felinos espetaculares e como podemos protegê-los”.

Saiba Mais