atingiu recorde na produção de em 2023, com 28,4 milhões de toneladas. Mas, para 2024, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) prevê queda de 6% na produção estadual de grãos, com 26 milhões de toneladas.

Os dados do 3º prognóstico do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, mostram que a previsão é de que a produção estadual de grãos seja 1,7 milhão de tonelada menor. A diminuição na produção do estado segue na mesma tendência do prognóstico da safra brasileira, que em 2024 deve somar 306,5 milhões de toneladas, com queda de 2,8% frente a 2023.

Produção de algodão deve subir e soja cair

A previsão do IBGE mostra aumento de 14% na produção de algodão herbáceo se comparado a 2023, com 21.011 toneladas a mais em 2024. Mato Grosso do Sul é o terceiro do país na produção nacional de algodão.

Em contrapartida, a produção de soja e deve ter queda em 2024. O IBGE prevê queda de 4% na produção de soja, com expansão de 3% na área plantada. Já a segunda safra do milho, que é a maior, deve ter queda de 7% na produção total do Estado.