A longa demora de uma hora e meia para pegar um no bairro Vivendas do Parque, em , levou os moradores a marcar uma manifestação, para a próxima quarta-feira (21), cobrando melhorias sobre o serviço de transporte público. 

De acordo com um morador, que não quis se identificar, há cerca de cinco anos a população pede melhorias na linha 518. O bairro fica próximo à BR-262, na saída para Ribas do Rio Pardo.

Ele afirma que a linha de ônibus conta somente com um veículo. Os moradores reivindicam ao e (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) que seja adicionado pelo menos mais um carro para atender à região e reduzir o tempo de espera. 

Além da demora, a mudança de itinerário também prejudicou quem mora no bairro. Antigamente, o ônibus seguia até o centro da cidade, mas atualmente vai somente até o Terminal Hércules Maymone. 

“A demora está demais. Nós temos pessoas que têm cadeirantes na família que precisam ir até o centro, então não é viável que ele volte só até o Hércules Maymone. Nós temos deficiente visual que desce na Prefeitura, então a situação está bem complicada para nós”, explica o morador.  

A manifestação está marcada para iniciar às 6h, no ponto final da linha 518, que fica na Associação de Moradores do Vivendas do Parque. O endereço é Avenida José Vicente Pereira Neto, 345, Vivendas do Parque.

O Midiamax solicitou uma nota ao Consórcio Guaicurus e para a Agetran sobre o assunto e aguarda resposta do grupo responsável pelo transporte público.

Confira abaixo a nota da Agetran:

“A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) informa que a mudança do percurso na referida linha (indo até o centro) se deu por solicitação do Presidente da Associação de Moradores do bairro, o Sr. Paulo, cientificado das condições (intervalo em torno de 35 minutos no pico e 85 no entrepico) para anuência do pedido. O aumento de veículo no entrepico está condicionado a uma avaliação com aumento na demanda e, o possível retorno da rota anterior também poderá ocorrer após essa análise, prevista para o mês subsequente ao de início da operação, que foi em 12/02/2024″, diz a nota.

*Matéria atualizada às 11h11, do dia 21 de fevereiro de 2024, para adicionar a nota da Agetran.