Desde 2017, Maria Auxiliadora Barros, de 54 anos, sofre com a perda de visão e dores nos olhos. Desempregada desde que foi afastada do cargo por ter adoecido, a ex-servidora pública também enfrenta crises de depressão e ansiedade.

Agora, os recentes exames mostram que a paciente está com neurite óptica, um tipo de inflamação no nervo óptico e perda da visão no olho direito.

“Fui em uma oftalmologista que me atendeu sem cobrar nada para me ajudar; ela me passou o receituário do que deveria ser feito para eu ter uma vida digna e melhor”, disse.

A profissional indicou o implante de anel ocular; entretanto, o tratamento tem o custo de R$ 6,4 mil, um valor que a moradora não consegue arcar. “Pelo SUS (Sistema Único de Saúde), não há nem exames, nem médico especialista para essa minha enfermidade”, acrescentou.

Quem quiser ajudar pode entrar em contato com Maria pelo telefone (67) 9825-2536.