Servidores do de Mato Grosso do Sul aguardam há anos pela realização de um concurso público para completar o quadro de funcionários defasado. A realização de um novo concurso foi autorizada há oito meses, mas o Governo do Estado não tem data exata para publicar o edital.

Questionado pelo Jornal Midiamax, o Governo do Estado afirma que a previsão atual é que o referido edital deverá ser publicado nos “próximos dias”. Mas não especifica a data e nem mesmo o mês de lançamento.

O último concurso realizado para preencher no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul foi há 10 anos. Com a saída de muitos funcionários, seja por aposentadoria, licenças ou outros motivos, o quadro está cada vez mais defasado.

Nesta semana, o Hospital Regional suspendeu a realização de cirurgias eletivas por cinco dias sob alegação do aumento no número de colaboradores apresentando atestado médico. Porém, não detalha o número de servidores com atestado e nem as causas que levaram aos pedidos de afastamento.

Necessário concurso com 500 vagas

Autoridades da saúde pública ouvidos pelo Jornal Midiamax contestam a justificativa do hospital para a suspensão das cirurgias eletivas. Para eles, o real motivo é a falta de profissionais para atuar no dia a dia. Nesta semana, o Hospital Regional remanejou 25 servidores por férias de colegas.

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social de MS, Ricardo Bueno, acredita que a solução para a falta de profissionais é a realização de um concurso com no mínimo 500 vagas. Ele estima que só na área de enfermagem, onde o quadro é de 1 mil funcionários, faltem 300 profissionais.

“O último concurso foi realizado em 2014, precisamos urgente renovar o quadro de funcionários do hospital para garantir a prestação de serviço adequada”, afirma Bueno.

Governo prevê abertura de 279 vagas

Autorizado pelo governador em maio de 2023, o concurso público na (Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul) prevê 279 vagas para o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

Informações da época são de 119 vagas para profissionais de serviços hospitalares, 140 vagas para técnico de serviços hospitalares e 20 vagas para auxiliares técnicos de serviços hospitalares.

Há quase um ano, a diretora-presidente do HRMS, Marielle Alves Corrêa Esgalha, destacou que a realização do concurso é essencial para suprir o déficit de profissionais que o hospital enfrenta e garantir a qualidade do atendimento prestado à população.