Em 2024, terá 4.430 vagas no Sisu (Sistema de Seleção Unificada), com apenas uma edição no ano. Quatro instituições públicas do Estado oferecem vagas para estudantes que fizeram o (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2023.

O número de vagas ofertadas este ano no Estado é maior que as 4,2 mil disponibilizadas no início de 2023. Diferente dos outros períodos, desta vez, haverá apenas uma etapa de inscrição e uma edição no ano.

As inscrições serão feitas entre os dias 22 e 25 de janeiro, por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. Os resultados do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2023, usados na seleção, serão divulgados em 16 de janeiro, pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

UFMS oferece 2 mil vagas

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) oferece 2.063 vagas pelo Sisu. O ingresso será no primeiro semestre de 2024, exceto para os cursos de Direito (noturno), Engenharia Civil (vespertino/noturno) e Pedagogia (noturno) na Cidade Universitária, que iniciam as aulas somente no segundo semestre.

Os candidatos que não forem convocados na chamada regular do Sisu 2024 ainda poderão concorrer a uma vaga por meio da Lista de Espera. A manifestação de interesse deverá ser feita de 30 de janeiro a 7 de fevereiro.

Confira a lista aqui.

Mais de 1,2 mil vagas do Sisu na UEMS

A (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) ofertará 1.243 vagas em 38 cursos por meio do Sisu em 2024. As vagas serão preenchidas segundo a ordem de classificação dos candidatos, de acordo com as notas obtidas no Enem.

Diferentemente dos anos anteriores, em 2024, a lista de espera poderá ser utilizada durante todo o ano pelas instituições de educação superior participantes, para preenchimento das vagas eventualmente não ocupadas na chamada regular.

Confira a lista completa de vagas.

IFMS tem vagas em três municípios

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) está com 320 vagas abertas para cursos gratuitos de graduação, com ingresso no 2º semestre deste ano. Dúvidas sobre o edital devem ser encaminhadas para selecao.graduacao@ifms.edu.br.

As vagas são ofertadas em três municípios: Aquidauana (Engenharia Civil, Redes de Computadores e Sistemas para Internet), Campo Grande (Sistemas para Internet) e Três Lagoas (Engenharia de Controle e Automação, Automação Industrial, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Engenharia de Computação).

O IFMS possui ainda uma política de ação afirmativa local (bônus) que se aplica exclusivamente aos candidatos da Ampla Concorrência. Poderão ter acréscimo de 20% na nota geral do Enem aqueles que sejam residentes e domiciliados na área de abrangência do campus onde concorre à vaga. O candidato deverá optar pela modalidade de cota local no momento da inscrição.

UFGD tem vagas em 30 cursos

Na edição deste ano, a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) terá 815 vagas disponíveis para ingresso pelo Sistema de Seleção Unificada, com 357 vagas destinadas à ampla concorrência e 458 vagas reservadas para os estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública. 

São 30 cursos oferecidos, entre eles Medicina, Psicologia, Engenharias, Educação Física, Ciências Contábeis e Letras. Confira a lista completa.

Estudantes devem ter feito o Enem

Para participar do processo seletivo do Sisu 2024, é necessário que o candidato tenha participado da edição de 2023 do Enem; não tenha zerado a prova de redação, conforme a Portaria MEC n. 391/2002; e não tenha participado do exame na condição de treineiro.

O ingresso do estudante no curso, no entanto, dependerá da sua colocação em relação às vagas disponíveis e da ocupação efetiva das vagas pelos estudantes que estiverem mais bem colocados no curso pretendido.

Assim, a classificação do candidato — combinada com o registro de matrícula da vaga ofertada, sendo vaga de primeiro ou segundo semestre — é o que definirá o início do seu curso, no primeiro ou segundo semestre, conforme edital específico de cada instituição de ensino superior.

Nova lei de cotas

Outra novidade da edição é a adoção das alterações estabelecidas na nova Lei de Cotas. Assim, todos os candidatos inscritos no Sisu nessa modalidade serão classificados conforme seu desempenho no Enem e seu perfil socioeconômico, primeiramente na modalidade de ampla concorrência.

Em seguida, caso não sejam selecionados nela, serão classificados nas reservas da Lei de Cotas que seu perfil socioeconômico atenda, podendo ter seleção em uma dessas modalidades da Lei conforme o art. 20 da Portaria Normativa n. 21/2012 (alterada pela Portaria n. 2027, de 16 de novembro de 2023). O objetivo é beneficiar, sem distorções, os candidatos realmente demandantes de política compensatória para acesso ao ensino superior.   

Todas as instituições de educação superior participantes do Sisu 2024 seguirão os dados de distribuição de vagas conforme os percentuais atualizados do Censo 2022, realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A oferta de vagas reservadas observará a proporção de: estudantes de escolas públicas, estudantes de baixa renda, pessoas com deficiência, pretos, pardos, indígenas e, conforme a atualização da Lei de Cotas, quilombolas.   

Priscilla Peres, Jornal Midiamax