Candidatos do concurso para o cargo de professor efetivo da (Secretaria Municipal de Educação) de , que teve as provas teóricas aplicadas no domingo (4), reclamam de erros e da falta de revisão nas questões da avaliação aplicada pelo Instituto Avalia. 

O certame prevê 323 vagas para o cargo de professor com carga horária de 20 horas semanais e inicial de R$ 3.671,07. 

No domingo, foram aplicadas as provas objetivas com 60 questões e de redação. Os principais erros apontados pelos candidatos são na área de ortografia, como a palavra conselho escrita com “c” e epistemologia sem o “i”. 

Além disso, também houve falhas na revisão da prova. Uma questão que apresenta o mapa das regiões do Brasil mostra que a região Sul está indicada como “Sudeste”. 

Erros também foram percebidos na área de matemática, em que o sinal “|” foi digitado como “l”. (Canal Fala Povo)

Um candidato que fez a prova no período matutino, e que preferiu não se identificar, contou ao Midiamax que a falta de revisão nas questões pode ter atrapalhado o desempenho. Perguntas de matemática também apresentaram erros de digitação, como em uma questão sobre função modular, em que os números negativos entre os sinais de módulo se tornam positivos. 

“Eu acredito que pode ter prejudicado sim, muitos erros de português, na parte de matemática tem uma questão de função que usam o módulo e o pessoal digitou como se fosse ‘L', ao invés de digitar a barrinha seta. O cara digitou como fosse L e ficou esquisito para caramba”, relatou ao Midiamax

O que diz a Prefeitura e o Instituto Avalia?

Candidatos apontam erros em prova. (Canal Fala Povo)

O Midiamax entrou em contato com a Prefeitura de Campo Grande para perguntar sobre os erros apontados pelos candidatos. 

Em nota, a coordenação do setor de concursos da Seges (Secretaria Municipal de Gestão) orientou que os candidatos entrem com recursos sobre as questões.

O Midiamax também entrou em contato com a banca organizadora, o Instituto Avalia, mas até o momento não obteve resposta. O espaço continua aberto para manifestações. 

Milhares de candidatos fizeram as provas

As provas do concurso foram aplicadas no período matutino para candidatos que concorriam às vagas de ensino fundamental e à tarde para vagas do 1º ao 5° ano. No total, mais de 18 mil pessoas fizeram as provas objetiva e de redação no domingo (4). 

Nesta segunda-feira (5), serão divulgados os gabaritos, e o prazo para recursos será na terça (6) e quarta-feira (7), conforme a do edital.

No dia 26 de fevereiro está prevista a divulgação de edital de pareceres dos recursos deferidos contra o gabarito preliminar, do gabarito definitivo, das folhas de respostas da prova objetiva e do resultado preliminar da prova objetiva.