Quase dois meses após o incêndio que destruiu oito boxes no Camelódromo de Campo Grande, os lojistas que tiveram seus trabalhos afetados começam a se preparar para retomar à normalidade. É que nesta quarta-feira (10), equipes de eletricistas trabalham no local para reestabelecer toda a parte elétrica dos pontos atingidos pelas chamas.

Esta é quase a parte final de uma reforma que dura semanas. Segundo Daniel Amaral, toda a obra está em processo de finalização. As portas já foram trocadas, assim como toda a estrutura metálica. Para que os boxes estejam completos, prontos para serem ocupados novamente, falta a apenas a instalação das madeiras das paredes e tetos das lojas, que chegam ainda hoje.

“Vamos entregar tudo pronto pra eles, inclusive, os lojistas escolheram como queriam o box, até a cor”, explica Daniel. A previsão de entrega dos boxes é de 15 dias.

Estrutura metálica do box atingido por incêndio. (Alicce Rodrigues, Jornal Midiamax)

No entanto, dos oito boxes atingidos, apenas sete continuam em processo de finalização. Isso porque um dos lojistas decidiu se antecipar e fazer a reforma por conta própria. Apesar disso, Daniel Amaral afirma que todos os custos serão ressarcidos, como já combinado antecipadamente entre ambas as partes.

Segundo ele, toda a obra de reforma dos oito boxes deve ficar em R$ 200 mil, incluindo todos os materiais e mão de obra. Daniel explica ainda que a obra só demorou um pouco mais do que o esperado para começar devido à burocracia dos trâmites, já que eles dependiam de emendas parlamentares.

Dos lojistas que tiveram o ambiente de trabalho afetado, alguns já estão no Camelódromo, outros prestando serviços e alguns, aguardando em casa.

(Alicce Rodrigues, Jornal Midiamax)

Relembre o caso

O Camelódromo de Campo Grande foi atingido por um incêndio no dia 11 de fevereiro e reaberto ao público três dias depois, 14 de fevereiro. O prejuízo estimado foi de R$ 2 milhões.

De acordo com presidente do Camelódromo, Narciso Soares, quatro dos boxes atingidos pelas chamas eram de roupas, um de brinquedos e três de assistência técnica de celulares. As eletrônicas guardavam 200 baterias.

Além dos boxes atingidos diretamente pelas chamas, muitos outros também foram impactados pelo incêndio. Cerca de 20 outros boxes foram atingidos pelo sistema sprinkler, que despejou água sobre os comércios após a detecção de fumaça.

Este é o caso de André da Costa, 43 anos. Proprietário de um box de roupas próximo ao foco de incêndio, ele conta que o fogo não chegou a adentrar ao seu comércio, mas o calor das chamas derreteu a mercadoria. “A temperatura derreteu toda a mercadoria que estava aqui. Essas que estão aqui agora já são outras. As canaletas chegaram a borbulhar e a estimativa de prejuízo na loja é de aproximadamente R$ 7 mil”, relata.

André ressaltou também o bom trabalho da equipe de segurança e do corpo de bombeiros, que segundo ele, evitou que o prejuízo fosse ainda maior. “O trabalho da equipe de segurança foi bem eficaz, eles estiveram na ativa e agiram rapidamente para chamar os bombeiros. Como as instalações estavam boas, o fogo pôde ser controlado, o desastre teria sido muito maior se o fogo tivesse se espalhado. Agora é aquela coisa, vão-se os anéis e ficam os dedos, a gente constrói tudo de novo”, conta.

Camelódromo após incêndio (Ana Laura Menegat, Jornal Midiamax)

25 anos de história

O camelódromo de Campo Grande tem 496 boxes e um piso superior onde se encontram outras lojas. Inaugurado em dezembro de 1998, o centro comercial tem 25 anos de existência e foi criado para por fim a desentendimentos entre lojistas do centro e ambulantes.

O prédio ocupa espaço com cerca de três mil metros quadrados, onde estão distribuídas lojas padronizadas para a comercialização dos mais diversos tipos de produtos. Localizado ao lado do shopping cidade, em região de grande movimentação.

💬 Receba notícias antes de todo mundo

Seja o primeiro a saber de tudo o que acontece nas cidades de Mato Grosso do Sul. São notícias em tempo real com informações detalhadas dos casos policiais, tempo em MS, trânsito, vagas de emprego e concursos, direitos do consumidor. Além disso, você fica por dentro das últimas novidades sobre política, transparência e escândalos.
📢 Participe da nossa comunidade no WhatsApp e acompanhe a cobertura jornalística mais completa e mais rápida de Mato Grosso do Sul.