O Corpo de de Mato Grosso do Sul foi acionado e está em atuando para combate e controle de florestal na região da Serra do Amolar, no Pantanal de . As chamas foram identificadas no sábado (27) e até esta segunda-feira (29), o fogo de grandes proporções havia se espalhado por mais de mil hectares.

A área é de difícil acesso, por isso a equipe do Corpo de Bombeiros está em deslocamento no rio, com utilização de barco. “A guarnição está saindo de Corumbá para acessar o incêndio na Serra do Amolar”, explicou a tenente-coronel Tatiane Inoue, chefe do CPA (Centro de Ambiental), que realiza o monitoramento dos incêndios florestais no Estado.

O combate inicial das chamas foi realizado por equipes permanentes de brigadistas do IHP (Instituto do Homem Pantaneiro), mas devido à gravidade da situação, outras equipes – que já aturam no Prevfogo/Ibama – também passaram a atuar nesta terça-feira (30).

O IHP informou que um proprietário rural da região – de uma pequena área – pode ter começado o fogo na tentativa de limpar baceiro (vegetação flutuante que pode aglomerar-se de tal forma que cria pequenas ilhas que impedem o acesso a corixos ao longo do Rio Paraguai) que estava no acesso para a propriedade. Após constatação do caso na central de monitoramento do IHP em Corumbá, o homem foi informado sobre o início das chamas, bem como a PMA (Polícia Militar Ambiental).