Condutores e pedestres têm de redobrar a atenção na Rua Catiguá, trecho da ponte sobre o córrego Bálsamo, que alagou devido à chuva em Campo Grande, nesta terça-feira (16), região do Jardim Canguru. Há muitos buracos e lama no trecho. Logo após a chuva, equipes da prefeitura trabalharam no local por causa dos estragos e alagamento. Trecho de calçada da via desmoronou e teve que ser aterrada com pedras e terras.

“Quando chove alaga tudo, tem que dar um jeito aí”, disse a dona de casa, Raquel Moraes, de 40 anos. “Acontece muito acidente. Eu mesmo já caí de bicicleta aqui, tem que arrumar”, disse o lavrador Wilson De Pontes, de 66 anos.

“Muito buraco, carro encalha, danifica veículo e a prefeitura não vai arcar”, comentou o motoentregador Gabriel Guimarães, 25. “Água aqui chega a pegar no tanque da moto”, falou o enfermeiro Denis Oviedo, de 41 anos.

“Muito barro, lixo e receio da calçada ceder. Tem também a questão da segurança, muito mato e acontece roubos aqui na região”, disse a estudante Jenifer Adélia Berté, de 17 anos.

Segundo a prefeitura, foi mobilizado no fim da tarde desta terça, equipes de diversas secretarias para ações emergenciais de pontos críticos de alagamentos e atendimento às necessidades de famílias na Capital.

Em relação à Rua Catiguá, ainda com a área alagada, segundo a administração, máquinas e homens trabalharam na drenagem para escoar a água da chuva.

Equipe da prefeitura no trecho, após a chuva (assessoria)