A (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) conduz serviços de recuperação das lajes em balanço da ponte sobre o Rio Paraguai, na BR-262, em , e estuda maneiras de minimizar o impacto na via, que é rota de escoamento em MS.

Em reunião com a equipe técnica, ficou decidido que, durante o processo de recuperação das lajes, será utilizado uma ‘travessia provisória' projetada para ser instalada em 15 de fevereiro, após o período do Carnaval.

Esta ‘travessia provisória' tem estrutura metálica, com rampas que possibilitarão o tráfego de veículos em uma via da ponte, enquanto a outra estiver em processo de recuperação.

Estão previstas cinco interdições no trânsito para recuperar as lajes durante a noite. Para tal, concreto usado deve levar no máximo 12h para secar. A Agesul ainda avalia a possibilidade de ativar uma balsa para travessias durante o fechamento da ponte.