No último fim de semana, o pecuarista Ricardo Lago Zaher, de 30 anos, morreu durante uma festa de casamento, em . A pode ter sido causada pelo engasgo com um pedaço de carne. A manobra de Heimlich é uma técnica que auxilia na desobstrução das vias respiratórias e pode salvar vidas. Aprenda como fazer.

O emergencista Rodrigo Quadros relata que risco de engasgo atinge desde o bebê ao idoso, com risco de sequelas e até levar ao óbito. Outro ponto é que a obstrução pode ser causada desde o leite a um pedaço de carne.

“Saber fazer a manobra é uma maneira de prevenção, até porque no pode causar sequelas e evoluir para morte. Não é só a população frágil, qualquer pessoa pode engasgar. O interessando que é a população seja mais esclarecida. O atendimento acaba ficando terceirizado e de responsabilidade no médico ou do profissional da saúde, mas nunca terá uma viatura a segundos do local. O ideal é que seja ensinado desde a escola”.

O que é um engasgo

O profissional explica que o engasgo caracteriza quando um “corpo estranho”, seja uma carne, peça de brinquedo ou objeto, por exemplo, fica preso no canal errado durante a deglutição, o ato de engolir. O objeto fica preso na traqueia, bloqueando o fluxo.

Nos primeiros dois minutos, o paciente fica consciente, na agonia. Nos minutos seguintes o paciente perde a consciência, assim, a manobra evolui para a técnica de ressuscitação. Os sinais que caracterizam o engasgo são:

  • Rosto avermelhado;
  • Quando o paciente indica o incômodo batendo no peito ou segurando a garganta;
  • Não consegue falar;
  • Tenta se sacudir.

Para Quadros, outros fatores podem contribuir para o engasgo, como ingerir bebida alcoólica em excesso, consequentemente, há redução do reflexo e nível de consciência. Há dois tipos de engasgos: o simples é quando gotículas entram no lugar errado e o grave, quando o canal está obstruído.

Prevenção e manobra

“Os pacientes mais idosos e debilitados tem o risco é maior, tem que ter alguém por perto e assistindo se alimentar, como um cuidador ou alguém da família. No caso do bebê, também, sempre inspecionar peças de brinquedos que podem se soltar”.

Basicamente, em um adulto engasgando, a pessoa que irá fazer o socorro deve se posicionar atrás da vítima, enlaçando os braços em volta do abdômen, em seguida com uma das mãos na “boca do estômago”, enquanto a outra comprime a primeira em uma manobra de empurrar a boca do estômago para dentro e para cima, como se quisesse levantar a vítima do chão. Os movimentos de compressão para dentro e para cima se assemelham a letra “J”.

No caso do bebê, a deve ser colocada de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas, no meio das costas. Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno, o osso que divide o peito ao meio, na altura dos mamilos. Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente.

Caso o objeto não saia, repita as compressões até a chegada a um serviço de emergência. Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes. Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente.

Confira o vídeo explicativo:

Saiba Mais