Moradores do condomínio CH8 no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, estão dispostos a ajudar a mãe do bebê de quatro meses que caiu do 3° andar na noite de quarta-feira (12). Para isso, estão movimentando uma vaquinha para arrecadar para pagar advogado e colocar telas no apartamento.

“Ela não era uma mãe irresponsável, ela era sozinha, sem parentes, sem o pai das crianças. Errou em deixar sozinha, errou, mas sabemos o duro que ela dava para criar as crianças sozinha”, diz uma das vizinhas da mulher. Os vizinhos contam que o pai das crianças mora em Campo Grande, mas nunca colaborou com a família.

Ela orçou em R$ 300 o valor para colocar telas de proteção no apartamento onde a família mora. Além disso, está conversando com um advogado para defender a mulher do processo de abandono de incapaz. Ela foi indiciada por deixar as crianças sozinhas em casa.

O PIX para quem quiser ajudar é 00772060100 – econômica federal, em nome de Josevania Eloy de Freitas.

Criança de 7 anos tentava acalmar bebê 

A de 7 anos que estava cuidando da irmã de 4 meses, que caiu da janela de um apartamento, no condomínio CH8 no Aero Rancho, em Campo Grande, tentava acalmá-la quando aconteceu a queda.  A mãe das crianças continua presa, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Cepol, desde a noite desta terça-feira (12).

Além da menina e da bebê de 4 meses, uma terceira criança de 3 anos também estava na casa. Nenhum adulto estava na residência. Não se sabe se o pai morava com a mãe. A mulher está presa por abandono de incapaz.