As chuvas desta segunda-feira (20) evidenciaram a situação das ruas dos bairros em . No Mata do Segredo e Portal da Lagoa, por exemplo, formaram-se poças e crateras, e moradores sofrem com as vias intransitáveis.

Assim, ao Jornal Midiamax, denunciaram a falta de das ruas. “Eu e vizinhos já ligamos para a prefeitura e nada”, afirma Daniele Ferreira, moradora do Morada do Sossego.

Há seis meses no bairro, ela diz que a rua Viviane Martins Budib sofre com crateras, que ficam “cada dia pior com essas chuvas”. A via intransitável atrapalha a rotina de terapia do filho dela, que possui TEA (Transtorno do Espectro Autismo).

“Ele não foi em quatro terapias por conta da situação da rua e a chuva. Não consegui tirar o carro da garagem”, relata. A água marca o caminho em que percorre na rua, que está com valetas de diversos tamanhos.

Poças de água

Quase 10 quilômetros distante, a rua Ovidea Maria de Lima não difere do após chuvas e também causa transtornos para os moradores. Desnível e buracos ficam cheios de água na via do Portal da Lagoa.

Cristiane Espíndola Amaral mora no bairro há 20 anos e lembra que a rua é rota de . “Está entrando água na casa de todo o pessoal que mora nessa rua e ninguém faz nada”, lamenta.

De lado a lado, as poças tomam conta da rua. Então, quando os ônibus passam, a água entra na residência de quem mora por ali.

Assim, os moradores improvisaram uma barreira para impedir a passagem de ônibus, na tentativa de evitar a entrada de água nas casas.

Além disso, ela destaca que “não é possível transitar” na rua. Por fim, afirma que com o tempo firme e sem chuvas, a poça leva quase uma semana para secar. “Sempre foi assim, ninguém olha por nós”.

Jornal Midiamax acionou a Prefeitura de Campo Grande para saber se há previsão de manutenção das ruas. Contudo, até o momento não houve resposta. O espaço segue aberto para posicionamento.

Confira o vídeo: