As fortes chuvas que caíram em Mato Grosso do Sul, entre a tarde de sexta-feira (18) e a manhã deste sábado (19) aumentaram em 575% o número de chamados da Energisa em comparação a um dia comum. 

As cidades mais afetadas pelo temporal foram , Coronel Sapucaia, Laguna Carapã, Rochedo e Corguinho. Nessas cidades, o fornecimento de já foi restabelecido. Outras cidades das regiões sul, centro e oeste do Estado também foram parcialmente prejudicadas pela tempestade.

De acordo com dados do MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de MS), as rajadas de ventos em Aral Moreira chegaram a 93 quilômetros por hora. 

A empresa concessionária de energia informou que aumentou em quatro vezes o número de equipes no campo para atender a demanda. A situação é resultado de várias quedas de árvores associadas a fortes rajadas de ventos que prejudicaram o sistema elétrico. 

não conta com bairros totalmente sem energia nesta manhã. De acordo com a Energisa, os bairros mais afetados foram Vila Nova Campo Grande, Coronel Antonino, Jardim Tijuca, Santa Mônica, Vila Sobrinho, Nova Lima, e Vila Piratininga. 

Ainda integram a os bairros Carandá Bosque, Santo Amaro, Vila Nasser, Jardim Centenário, Vila Popular, Coophavila II, Universitário, Jardim São Conrado, Jardim Leblon, Jardim Los Angeles e Vila Planalto.