Nesta sexta-feira (10), o calor passou dos 40°C em oito cidades de Mato Grosso do Sul. Em três cidades a temperatura passou dos 41°C. Os dados são do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e mostram que nenhuma cidade teve trégua no calor nesta sexta.

No mapa do Inmet é possível ver que o calor em Mato Grosso do Sul nesta sexta foi ainda mais intenso do que no vizinho, Mato Grosso, conhecido pelas altas temperaturas. Isso porque por lá, apenas três cidades alcançaram 40°C hoje. Também é possível perceber maior concentração de calor nas regiões oeste e norte do Estado.

Dessa forma, Pedro Gomes e Coxim, no extremo norte de MS, registraram calor de 41,2°C e 41°C, respectivamente. Já na região oeste, Corumbá, Nhumirim (Pantanal), Miranda, Aquidauana e Porto Murtinho alcançaram entre 40,1°C e 40,5°C de temperatura.

Além dessas cidades, Água Clara na região leste registrou calor de 41,2°C nesta sexta-feira. Em Três Lagoas e Bataguassu o calor passou dos 39°C, segundo dados do Inmet.

Aliado as altas temperaturas, a umidade relativa do ar atingiu níveis críticos, abaixo de 30% na maior parte do Estado. Em Sonora chegou a 19% e em Coxim em 20%. Já em Rio Brilhante a umidade atingiu 23%.

Onda de calor mais intenso da história

Mato Grosso do Sul já está vivendo a terceira onda de calor, mas ela deve ganhar força nos próximos dias. A partir de sábado (11) as temperaturas podem subir muito e se estender pela próxima semana, em nível até 5°C acima da média. Aliado a isso, a baixa umidade do ar ajuda a formar um ambiente complicado para a saúde humana.

Os institutos de meteorologia são unânimes em alertar para a onda de calor, que pode comprometer a saúde humana. Os mapas mostram que a onda de calor vem do Paraguai e atinge Mato Grosso e Mato Grosso do Sul com muita intensidade no dia 12 de novembro (domingo).