A atriz Aracy Balabanian morreu nesta segunda-feira (7), aos 83 anos, sem ver o que leva seu nome em aberto e em pleno funcionamento. Isso porque o espaço, localizado no Centro Cultural José Octávio Guizzo, segue fechado para reformas há 7 anos.

O Teatro Aracy Balabanian, do Centro Cultural, é um dos principais do Estado de Mato Grosso do Sul e tinha uma grande restauração prevista ainda para o ano de 2022, o que não ocorreu. A , iniciada em julho do ano passado, teve a entrega adiada por diversas vezes e chegou a ser cravada para abril deste ano, mas fortes chuvas redefiniram a previsão.

Agora, a obra deverá ser encerrada no mês de setembro e, dentre as mudanças previstas no espaço, destaca-se a instalação de ar-condicionado, na parte hidráulica e elétrica. Além disso, as salas serão melhores equipadas para as artes. Há também reformas para implementação de ‘teatro de bolso' e áreas de acessibilidade.

“Vai ser tudo trocado, então tem uma previsão de renovação do teatro inteiro”, afirmou ao Jornal Midiamax a atriz e então coordenadora do Centro Cultural, Luciana Kreutzer, em julho de 2022. Ela também afirmou que o desejo era de terminar a obra antes do prazo estipulado no edital.

Mudanças no Teatro Aracy Balabanian

Todo o prédio multiuso será reformado, incluindo o Teatro Aracy Balabanian. “Esse prédio é muito antigo e muito Bonito, então está precisando realmente de uma revigorada. Tem uma questão de patrimônio de que não é um prédio tombado, mas está numa área de patrimônio da cidade. Tem um cuidado arquitetônico, ele [prédio] não pode ficar descaracterizado”, disse Luciana na época em que as reformas começaram.

Morte de Aracy Balabanian

A atriz Aracy Balabanian morreu nesta segunda-feira (7). Natural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, ela foi diagnosticada com câncer no pulmão no fim do ano passado e estava internada na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro.

Aracy Balabanian não era vista em um projeto inédito desde 2019, quando fez uma participação especial de fim de ano da TV Globo, “A Magia Acontece”.

Campo-grandense, Aracy Balabanian tem origem Armênia. Seus pais vieram do país asiático em fuga do genocídio que ocorrera na região na década de 1930. Eles então fixaram residência na cidade, que antes pertencia ao Mato Grosso, e foi neste município que ela e seus irmãos nasceram.

Aos quinze anos, no entanto, mudou-se para com os sete irmãos. Por lá, seguiu carreira como atriz e fez grandes novelas, especialmente na TV Globo.

Teve destaque especial em “Rainha da Sucata”, como dona Armênia, e outras grandes tramas como “A Próxima Vítima”, “Da Cor do Pecado”, e “Passione”. A causa da morte ainda não foi divulgada.