Duas salas da Escola Municipal Professora Arlene Marques Almeida, no Jardim Canguru, em Campo Grande, estão sem ventiladores e lâmpadas há três semanas. Alunos reclamam do calor e dificuldade para estudar em condições precárias.

Em contato com o Jornal Midiamax, leitores afirmam que há pelo menos três semanas os ventiladores estão quebrados e as lâmpadas que têm na sala ficam piscando. Há relatos de alunos passando mal devido ao calor.

“A gente não aguenta mais esse calor, está insuportável ficar na sala de aula. Nenhum ventilador funciona, está muito difícil conseguir estudar”, comenta um dos alunos. Eles afirmam que conversaram com a coordenação sobre o assunto, mas não houve uma proposta de solução até o momento.

De acordo com o Cemtec/MS, nesta segunda-feira (11) Campo Grande registrou temperatura máxima de 35,2°C. O segundo dia do ano mais quente na Capital registrado até agora.

Prefeitura afirma que escola teve fiação furtada

Em nota, a prefeitura de Campo Grande afirma que a Secretaria Municipal de Educação “regularmente fornece materiais e mobiliários para as unidades escolares, as quais também possuem autonomia para comunicar a Secretaria Municipal de Educação da falta, e para solicitar a providência de mobiliários, equipamentos e materiais à escola”.

Ainda conforme a prefeitura, “a Escola Municipal Professora Arlene Marques Almeida, no Jardim Canguru, teve sua fiação roubada, a manutenção e reposição da fiação já foi feita, mas após a troca da fiação, houve um curto-circuito resultando na queima de ventiladores e lâmpadas. Os técnicos responsáveis pelo reparo foram acionados e o reparo está agendado para esta quarta-feira (13). A direção da unidade remanejou os alunos que ficaram sem ventilador para outra sala, a qual possui ar-condicionado”.

Está sabendo de algo que MS precisa saber? Conte pro Midiamax!

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok.