Quase três meses após ser internado na de Campo Grande, um paciente permanece sem identificação e busca por parentes que possam acolhê-lo. O homem, que aparenta ter entre 40 e 50 anos, deu entrada no hospital em 3 de setembro, após ser encontrado em uma via pública, sonolento e incapaz de se identificar.

De acordo com a Santa Casa, o paciente foi socorrido embriagado pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e encaminhado ao hospital. Apesar de colher as digitais para possível identificação familiar, os resultados foram negativos.

“Ele aparenta ter entre 40 e 50 anos, 1,83m de altura e cerca de 80kg, com várias tatuagens pelo corpo. Em breve, receberá alta, mas não terá um lar para retornar”, informou o hospital.

Santa Casa paciente
Tatuagens podem ajudar na identificação (Divulgação, Santa Casa)

Apesar do tratamento, o homem apresenta falas confusas e inconsistentes. Em algumas ocasiões, informou às enfermeiras que seu nome é Denis Matarazzo, enquanto em outras afirmou chamar-se Denis Ferreira da Silva.

Ele também alega ter morado em e São Paulo e mencionou parentes com os nomes Dirce, Elizeu, Leda e Carlinda. No entanto, a entidade não localizou ninguém correspondente ao perfil, e o exame papiloscópico foi inconclusivo.

Pessoas que reconheçam a vítima podem procurar a Santa Casa de Campo Grande, na Rua Eduardo Pereira, 88, no Centro.

Saiba Mais