Mato Grosso do Sul enfrentou mais de 10 dias de calor intenso. Na terça-feira (26), marcou a menor umidade relativa do ar do Brasil, com 11%. A cidade só perde posição para Japira, no Paraná, e Montes Claros, em Minas Gerais, que também registraram umidade em 11%, segundo a do (Instituto Nacional de Meteorologia)

De acordo com o (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), o menor índice foi registrado na segunda-feira (25), com 9%. e também pontuaram índices críticos no mesmo dia, de 13 e 15%, respectivamente.

Chuva isolada

Com o avanço da frente fria, a previsão não descarta chuvas e tempestades acompanhadas de raios e rajadas de ventos.

Entretanto, a mudança no tempo deve amenizar o calor intenso dos últimos dias. São previstas temperaturas mínimas entre 13 e 18°C e máximas de até 33°C nas regiões sul e leste do Estado. Para as regiões pantaneira e sudoeste, temperaturas mínimas entre 17 e 21°C e máximas de até 32°C.

Nas regiões norte e bolsão, seguem previstos altos valores de temperatura, com mínimas entre 22 e 26°C e máximas de até 40°C.