Parte do asfalto da , em frente ao Ginásio , está desmoronando em direção ao Rio Anhanduí, que serpenteia a via. A situação preocupa motoristas.

Há quase um mês, em 16 de março, o Midiamax mostrou a situação do local e a (Secretaria Municipal De Infraestrutura E Serviços Públicos) afirmou que aguardaria o fim das chuvas para solucionar o problema, porém até hoje não foi resolvido.

“O buraco do Guanandizão está há três anos assim e não arrumaram. Esse está começando agora, deve ter dois meses. Atravessando a rua do Aquário tem outro trecho cedendo o asfalto, das árvores o buraco já entrou em baixo do asfalto”, disse um morador da região na época.

Buraco está próximo ao Ginásio Guanandizão. (Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Todo o trânsito da movimentada avenida passa ao lado do concreto quebrado, o que atrapalha o vai e vem dos pedestres. O local está cheio de mato e árvores, que separam o concreto danificado e cheio de remendos da água do córrego.

No local há um cavalete da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) alertando sobre o perigo, inclusive com folhas secas e lixo acumulados na calçada. 

O Midiamax perguntou, novamente, à Prefeitura se há previsão de reparos na área, mas não obteve resposta. O espaço continua aberto para manifestações. 

Cavalete foi colocado na Avenida Ernesto Geisel. (Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)