Com duas horas de antecedência o público já aparecia na Rua 13 de Maio para acompanhar o desfile de 7 de Setembro em Campo Grande. Com início do evento marcado para às 8h10, desde às 6h já era possível ver os primeiros moradores ocuparem as arquibancadas.

Tradição na cidade, o evento voltou a reunir famílias como a da Thaynara Machado, de 28 anos, que foi ao desfile com o filho Arthur, de 6 anos. “Ele gosta muito do Exército e trouxe para assistir. Essa é a segunda vez que a gente vem “, comentou a mãe.

Para não se cansar, mãe e filho levaram bancos e não economizaram na proteção contra o sol, previsto durante toda a manhã na cidade. 

Iza Marques também chegou cedo e garantiu um bom lugar na arquibancada. “Estou aqui desde às 6h30 e já participei por vários anos. Dessa vez, vim para ver uns familiares que vão desfilar”, conta. 

De acordo com a organização do evento, mais de 4 mil pessoas de 20 organizações civis e militares vão desfilar em Campo Grande. A expectativa é de que cerca de 15 mil pessoas passem pela Rua 13 de Maio. 

“É muito bom acompanhar. Eu sou prata da casa, venho todos os anos, seja de 7 de Setembro, ou do aniversário da cidade”, comentou dona Elizabeth Batista, de 59 anos.

Trânsito

A Avenida Afonso Pena será interditada em ambos sentidos a partir das 20h de quarta-feira (6), entre a Rua Rui Barbosa e a Avenida Calógeras. As ruas 13 de Maio (entre as ruas Dom Aquino e 15 de Novembro) e 14 de Julho também serão bloqueadas a partir deste horário.

Na quinta-feira (7), a partir das 5h, a Rua 13 de Maio onde ocorre o desfile, será totalmente interditada, entre as avenidas Mato Grosso e Fernando Corrêa da Costa, assim como a Rua 14 de Julho, entre a Avenida Fernando Corrêa da Costa e a Eça de Queirós. A previsão é de que as vias sejam liberadas, após o desfile de 7 de setembro, a partir das 13h.